Reserve una evaluación!

Clique aquí

Reserve una <span>evaluación!</span>

Mamães

ODONTOLOGIA NA GRAVIDEZ

Durante a gravidez, é comum ocorrer o aparecimento de alguns problemas dentários, como cáries e gengivites, devido a uma série de alterações hormonais e também por algumas mudanças de hábito. Dentre estas alterações estão o aumento da acidez bucal, aumento na freqüência e consumo de doces e má higienização bucal ocorrendo a formação de placa bacteriana.
Diante disso, a gestante deve redobrar os cuidados, evitar o consumo excessivo de doces, principalmente entre as refeições, procurar fazer higienização completa dos dentes com escova e fio dental para evitar o aparecimento da placa bacteriana bem como visitar seu dentista para que ele lhe oriente melhor sobre as medidas preventivas, como o uso de flúor.
O momento mais apropriado para anestesia no tratamento odontológico, se necessário, é no 2º trimestre da gestação, desde que o profissional tenha plena segurança em relação aos efeitos dos anestésicos bem como das alterações existentes na gravidez.


Na gestação, a necessidade de cálcio aumenta em torno de 50%, por isso a ingestão de alimentos ricos nesta substância é de suma importância para a formação do esqueleto e dos dentes do bebê. Esse mineral é também importante para o bom funcionamento do organismo da gestante, ajudando na coagulação e manutenção da pressão sangüínea, os batimentos cardíacos e a contração muscular em ordem, tendo também ação na produção de leite materno.